PUBLICADO EM: 09/06/2016 ÀS 15h01

A amizade e a inimizade da política

 

O site “Política para políticos” sempre traz como reflexão diária elementos de análise deste campo. O tema escolhido para reflexão foi ambigüidade que o assunto da amizade ganha no terreno da política e como não poderia deixar de ser, Maquiavel acaba escolhido como referência. Particularmente, vejo que talvez resida por aí, algumas dificuldades que enfrentamos enfrenta nesta árida terra. Leia as reflexões trazidas pelo site e tire você mesmo as suas próprias conclusões: “A temática do inimigo está presente na maior parte das obras políticas . A pergunta é reconhecidamente provocativa, mas é inegável que levanta uma questão legítima, sobretudo no campo da prática política, da política como acontece na vida real (gostemos dela ou não). Todos os sábios que estudaram e escreveram sobre a política, em todas as eras, advertiram, alertaram e deram conselhos sobre como lidar com amigos e com inimigos. Existe uma enorme quantidade de ditos, máximas e aforismos nas obras políticas de todos os tempos, que se constitui num verdadeiro Banco de Sabedoria Política, versando sobre os mais variados temas. Como não poderia deixar de ser, a temática do inimigo e do amigo na política, não poderia estar ausente deste Banco. Aliás, este é um dos temas mais frequentemente abordados. Observe-se, a propósito, alguns aforismos famosos relativos a esse assunto, propostos de maneira a explorar a dialética amigos/inimigos: “A maneira mais certa de desfazer-nos de um inimigo é fazer dele um amigo” (Henrique IV) “Para ter um bom inimigo, escolha um amigo. Ele sabe melhor que ninguém onde atingí-lo” (Diane de Poitiers) “Senhor, protegei-me dos meus amigos. Dos inimigos eu me encarrego” (Voltaire) “Por acaso eu não destruo meus inimigos, quando eu os faço meus amigos?” (Lincoln) “Príncipes, especialmente novos príncipes, encontraram maior confiança e utilidade naqueles homens que, no início de seus poderes, encaravam com suspeita, do que naqueles em que confiavam, no início de seus governos” (Maquiavel) Eles atestam a ambiguidade que os conceitos de amizade e inimizade possuem no mundo da política. O realismo político desconfia muito da amizade. Ela é um sentimento próprio das relações pessoais, indivíduo a indivíduo, intrinsecamente subjetivo, destituído de interesses, fundado na afeição. Por sua própria natureza então, acomoda se mal no mundo mais impessoal e “interesseiro” da política, onde, segundo Maquiavel, no Príncipe Cap. XVII : “...Os homens têm menos escrúpulo em ofender quem se fez amado, do que aquele que se fez temido” O pensamento realista, por sua visão pessimista da natureza do homem, prefere sempre lidar com interesses a lidar com sentimentos. Interesses são definidos, são quantificáveis e suscetíveis de negociação. Sentimentos são ocultos, arbitrários, volúveis e demandam uma reciprocidade cambiante, instável e não quantificável. A atmosfera do poder se não torna a amizade impossível por certo impõe-lhe tensões muito desagregadoras”.


DEIXE SEU COMENTÁRIO
Comente usando o Facebook
 

PUBLICADO EM: 05/12/2015 ÀS 12h47

Suposto áudio de conversa que relata barganha assusta o PT

 

Informações do blog do jornalista Gerson Camarotti dão conta que aliados do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), estão divulgando nos corredores da Casa que que o líder do PSC, deputado André Moura (SE), teria gravado a conversa que teve, na última quarta-feira, com o ministro chefe da Casa Civil, Jaques Wagner.



Até o momento, a notícia não foi confirmada e nem desmentida pelo parlamentar do PSC. No entanto, o boato deixou os deputados petistas preocupados, uma vez que com a gravação o deputado André Moura poderia confirmar que houve uma proposta de barganha política vinda do Palácio do Planalto.



A suposta barganha envolveria a troca dos três votos petistas no Conselho de Ética para livrar Eduardo Cunha do processo e em troca o presidente da Câmara barraria o processo de impeachment contra a presidente Dilma, além de aprovar a CPMF.


DEIXE SEU COMENTÁRIO
Comente usando o Facebook
 

Posts anteriores

+ BLOGS / COLUNAS

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

FACEBOOK

 
© Copyright 2012 - 2017. Todos os direitos reservados.
  topo